Skip to main content

O estudo hidrogeológico é um componente importante em projetos para construções de poços artesianos, porque com ele é possível conhecer o perfil geológico da região. Ou seja, é um estudo para entender os tipos de rochas presentes no subsolo, a probabilidade de encontrar água subterrânea, os focos de contaminação e os pontos para a perfuração.

Neste conteúdo, você entenderá mais sobre como esse estudo é realizado, qual é a sua finalidade e o impacto sobre a construção de um poço artesiano.

Navegue pelo conteúdo para saber mais sobre o estudo hidrogeológico:

O que é um estudo hidrogeológico?

O estudo hidrogeológico é um levantamento de informações, feito por um geólogo ou hidrogeólogo, na etapa inicial de todo projeto envolvendo águas subterrâneas, visando ampliar os conhecimentos da região, além da segurança e assertividade para o local de perfuração

Para que esses estudos sejam realizados, é necessário coletar dados sobre as seguintes informações sobre a região:

  • Levantamento sobre os poços;
  • Tipo de formação geológica;
  • Levantamento de córregos e rios;
  • Análise do solo e mapeamento de rochas;
  • Levantamento de fontes de contaminação;
  • Demanda de água aproximada do cliente.

Os resultados obtidos são apresentados em relatório e mapas, indicando o potencial da região para a água subterrânea ser encontrada no subsolo, além de em qual profundidade, volume e se é potável.

A partir desses relatórios, o projeto de perfuração é elaborado conforme a geologia do local e a demanda específica do cliente. Inclusive, podem acontecer alterações consideráveis no projeto inicial, como a vazão de água, variável conforme a geologia e a hidrologia.

Apesar do estudo hidrogeológico não ser obrigatório para a solicitação da licença de perfuração, os órgãos reguladores como o DAEE podem solicitá-lo. Entretanto, mesmo que não seja o caso, o estudo serve como suporte e facilita a obtenção da liberação.

Não sendo exclusivo apenas para poços artesianos, o estudo hidrogeológico também é importante em outros cenários. A redução dos impactos causados pelo rebaixamento do lençol freático ou das atividades de terraplanagem são apenas alguns exemplos da utilidade deste trabalho.

Outro uso bastante comum dos estudos hidrogeológicos está nos projetos de contenções e projetos geotécnicos de obras civis.

Com a definição do que é o estudo hidrogeológico, é o momento de aprofundar mais sobre a sua importância no cenário dos poços artesianos e diferenciá-lo de outro modelo de análise que compartilha similaridades. Vejamos mais detalhes a seguir.

Estudo de disponibilidade hídrica

Esse estudo, apesar de compartilhar similaridades com o hidrogeológico, tem como principal objetivo fazer um mapeamento de toda a disponibilidade da água em uma determinada região. Nele, são analisados diversos parâmetros a respeito da sazonalidade e da variabilidade hídrica.

Muito utilizados em projetos de regiões litorâneas, esse estudo é importante para realizar a captação de água nessas áreas, para assegurar o reaproveitamento da água de maneira sustentável.

A importância do estudo hidrogeológico nos poços artesianos

Os poços artesianos são algumas das alternativas mais populares para o fornecimento e abastecimento de água no país. Seja para a irrigação de áreas rurais ou no fornecimento de indústrias, os poços se tornaram indispensáveis.

Para os projetos terem maior chance de sucesso e serem executados com assertividade e segurança, é fundamental realizar um estudo hidrogeológico que garanta o conhecimento aprofundado sobre a região e local de perfuração. 

Como o estudo utiliza ciência para trazer uma estimativa aproximada sobre como será a execução do projeto de perfuração, evita que o clientes nutra expectativas irreais sobre a perfuração. 

O estudo da hidrogeologia abrange as águas subterrâneas e como elas se relacionam com o ambiente. Dessa forma, não apenas as condições da água, mas os aspectos geológicos da região, como as características da terra e das rochas, também são analisadas detalhadamente, evitando alterações drásticas no projeto ao longo da perfuração ou até mesmo indicando alguma inviabilidade como uma fonte de contaminação próxima.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade do Rio Grande do Norte, um hidrogeólogo busca diversas informações no decorrer da sua análise, dentre elas estão:

  • Identificação de afloramentos de rochas na área onde o poço será construído;
  • Informações a respeito de córregos, vertentes e vegetação;
  • Dados sobre a profundidade, o diâmetro e a vazão de outros poços na mesma região;
  • Buscar evidências de estruturas geológicas.

Por isso, é importante ressaltar que toda obra de poço artesiano deve ser acompanhada por uma empresa qualificada e credenciada pelo CREA e que siga as normas ABNT: NBR 12212 (Projetos de Poços Tubulares) e NBR 12244 (Construção de Poços Tubulares). Caso seja no estado de São Paulo, também há a Instrução Normativa DPO nº 10 do DAEE que estabelece condições técnicas para a construção de poços tubulares.

Deseja garantir uma construção legalizada de poços? Fale com a AVS

Ao contratar uma empresa especializada em poços artesianos, você garante uma perfuração bem-sucedida e também que o ambiente, a água e a população daquela região não sejam prejudicados. 

Pensando nisso, a AVS conta com uma equipe multidisciplinar composta por geólogos, engenheiros, advogados e técnicos ambientais para garantir uma entrega completa das nossas soluções.

Quer saber mais sobre a perfuração de um poço artesiano para sanar as suas dúvidas?

Confira esse texto especialmente preparado sobre o tema.

Como é feito o processo de perfuração dos poços artesianos?

Entre em contato com a AVS Poços Artesianos e saiba mais sobre os serviços especializados que prestamos há mais de 10 anos!

Gostou deste artigo? Compartilhe o link com quem se interessa pelo assunto!

Dúvidas frequentes sobre o estudo hidrogeológico

Como é feito um estudo hidrogeológico?

O estudo hidrogeológico é feito a partir de um levantamento de dados geológicos e hídricos de determinada região, como a geologia local, afloramentos de rochas, levantamento de córregos e rios, fontes de contaminação, levantamento de poços perfurados, entre outros dados. 

Qual é o objetivo de um estudo hidrogeológico?

O principal objetivo é fornecer informações sobre a presença de águas subterrâneas na região, qual a vazão estimada, em qual profundidade ela está, a qualidade e qual o tipo de projeto a ser implementado durante a perfuração.