Skip to main content

A vida útil de um poço artesiano é bastante variável. Fatores como verticalização, tipo de revestimento, materiais do equipamento de bombeamento e manutenção são pontos importantes nessa questão. Neste post, saiba quanto tempo dura um poço artesiano e como esses elementos impactam no seu bom funcionamento.

Navegue pelo conteúdo para saber mais sobre quanto tempo dura um poço artesiano

A importância dos materiais e da perfuração na duração de um poço artesiano

Antes mesmo da sua construção, o seu material e a forma de perfuração são tópicos importantes que precisam ser considerados para garantir uma boa vida útil a um poço artesiano. Entenda melhor o impacto de cada um desses elementos.

O material

O material escolhido para a construção do poço artesiano afeta profundamente o seu tempo de duração. Enquanto diversos revestimentos possuem alta durabilidade e resistência, outros já têm uma vida útil menor, podendo causar problemas, principalmente quando aplicados erradamente.

O revestimento mais recomendado é o aço galvanizado, pois é um material de alta resistência e excelente durabilidade. Além dele, existem outros como o revestimento em material geomecânico, aço inoxidável e aço carbono.

No caso dos revestimentos em material geomecânico, um dos mais modernos, o poço artesiano tem ótima vida útil e resistência mecânica, ainda que não seja comparável aos aços. Além disso, fica totalmente inerte a ataques químicos e ferrugem.

Entretanto, o material deve ser aplicado com cuidado e controle, pois não suporta torções, batidas, choques mecânicos e pressão. Com isso, o material não pode ser aplicado em grande profundidade e, por isso, não é adequado para fazer o revestimento inteiro. 

O aço carbono é o material mais utilizado no mercado para fazer o revestimento de poços artesianos, mas a AVS não recomenda essa aplicação pela vulnerabilidade a contaminação por ferrobactérias e pela rápida deterioração do material. Com o tempo, o poço artesiano estará suscetível a rompimento por corrosão pela ação da ferrugem e terá problemas de desequilíbrio de ferro na água.

Já o aço inoxidável é um material de excelência na área de poços artesianos, com durabilidade e resistência incomparáveis. O ponto negativo é o alto preço para aplicação. Normalmente são aplicados a projetos de captação de água mineral ou indústrias alimentícias que utilizam a água em seu processo produtivo. 

É importante ressaltar que os revestimentos possuem medidas de parede e características que se relacionam a sua classe (leve, média, pesada) e isso tem íntima relação com a durabilidade do material. Um aço galvanizado de classe leve não terá a mesma durabilidade de um de classe pesada. Assim como outras características, como se a galvanização é efetuada a fogo ou a frio, ou então se o aço inox é 304 ou 316, também são muito importantes para definir a durabilidade do material.

Outro fator relevante é se os materiais seguem as normas NBR ou não, pois isso reflete no preço e na qualidade do produto. Então, as escolhas devem ser feitas por especialistas no assunto, como o time que a AVS Poços Artesianos possui.

Perfuração

A perfuração é outro ponto fundamental de se avaliar para garantir uma longa duração de um poço artesiano, já que um erro nessa etapa pode prejudicar toda a sua estrutura.

É necessária uma perfuração verticalizada, para garantir que a coluna de revestimento seja aplicada da melhor maneira possível e cravada corretamente na rocha. Assim, evita espaços que possam criar fissuras ou servir como caimento de água superficial para o interior do poço. Caso essa verticalidade possua curvas ou desvios, durante a descida ou içamento do equipamento de bombeamento pode haver problemas, como o travamento ou choques físicos da coluna edutora e da bomba contra a parede do poço, potencialmente causando colapsamento dos materiais para o interior do poço.

Existem outros pontos importantes durante a perfuração que você pode conferir em detalhes nesse post que fizemos sobre o assunto.

Como a manutenção impacta na vida útil do poço artesiano

Mesmo se um poço artesiano for construído utilizando materiais de qualidade e com uma perfuração correta, a manutenção ainda é necessária para garantir sua longevidade.

A frequência das manutenções pode variar conforme a idade do poço ou o local em que foi construído. Se um poço artesiano é novo, a tendência é que eles sejam checados com menos frequência, pois sua estrutura ainda está nova e as ferramentas para sua utilização ainda não sofreram muitos desgastes.

Na manutenção preventiva, todos os equipamentos que fazem parte do poço artesiano são checados para garantir que estão funcionando dentro dos conformes ou se necessitam de reparos. Dessa forma, danos e prejuízos maiores podem ser evitados.

Já as manutenções corretivas, por outro lado, são necessárias quando há um defeito que impedem o funcionamento do poço e acabam prejudicando a distribuição de água. 

Independente do tipo de manutenção, é necessária uma equipe especializada para realizá-la. Para garantir um bom funcionamento do seu poço artesiano, conte com a equipe da AVS Poços Artesianos, com mais de 12 anos de experiência nesse ramo.

Conseguiu entender um pouco mais sobre quanto tempo dura um poço artesiano?

Como vimos, a duração de um poço artesiano depende de vários fatores. O revestimento, material utilizado na sua construção e como foi feita a sua perfuração são alguns desses elementos. Além disso, a manutenção preventiva é outro grande fator que impacta diretamente na vida útil do poço artesiano.

Dessa forma, podemos concluir que poços artesianos construídos com os materiais adequados e com a manutenção em dia podem durar décadas. Nossa experiência em campo já vimos poços com mais de 40 anos em operação sem interferir na qualidade e no fornecimento da água. Foram necessárias manutenções corretivas, mas não houve perda na perfuração inicial e na qualidade da água.

Agora que você já sabe o quão longe um poço artesiano pode durar, o que acha de ver em detalhes como é a sua manutenção?

Confira esse post sobre os tipos de manutenções em um poço artesiano

Entre em contato com a AVS Poços Artesianos e saiba mais sobre os serviços especializados que prestamos há mais de 10 anos!

Gostou deste artigo? Compartilhe o link com quem se interessa pelo assunto!

Dúvidas frequentes sobre quanto tempo dura um poço artesiano

Qual é a vida útil de um poço artesiano?

A vida útil de um poço artesiano pode variar de acordo com diversos aspectos. Se ele for revestido com aço galvanizado, possuir manutenções frequentes e sua perfuração foi feita da maneira correta, o poço não tem uma vida útil definida, podendo durar décadas.

É possível um poço secar?

Considerando que um poço artesiano faz captação de água diretamente do sistema aquífero local, um poço devidamente construído e com captação em aquífero pode ter redução no volume de água, ainda que seja um evento raro e de difícil, mas dificilmente sofrerá secagem total. 

Por outro lado, os poços com captação de água superficial ou em lençol freático podem sim secar completamente, pois estão sujeitos a sazonalidade da chuva e outras questões de recarga.  

Por isso é importante que o projeto de construção seja feito por uma equipe de profissionais, acompanhada por especialistas para garantir a captação de águas subterrâneas profundas, evitando esse tipo de problema no futuro.