Skip to main content

Em tempos de crise hídrica e de problemas de fornecimento de água por parte das concessionárias, tomar a decisão de investir na construção de um poço como, por exemplo, um poço artesiano para extração de água subterrânea é uma ótima saída.

Uma vez realizada a sua perfuração no solo, o poço garante o bombeamento de água de ótima qualidade e a redução de custos com o abastecimento. Além disso, a estrutura de um poço pode ter sua vida útil prolongada por meio de manutenções preventivas e corretivas.

Os tipos de poços existentes apresentam diferenças entre si de acordo com as características geológicas e hidrogeológicas do terreno onde se localizam, técnicas de construção, profundidade, forma de bombeamento da água extraída etc.

Neste artigo, você vai aprender mais sobre os diferentes tipos de poços e suas especificidades e diferenças.

Navegue e veja mais sobre os tipos de poços que existem:

Tipos de poços do ponto de vista geológico e hidrogeológico

Os tipos de poços podem variar e serem categorizados conforme as características e condições geológicas e hidrogeológicas do terreno em que será feita a construção.

Poços em Rochas Sedimentares

São aqueles instalados em regiões cujo subsolo é formado por rochas sedimentares. Esse tipo de rocha é permeável e favorável à criação de aquíferos. Devido à característica porosa dessa rocha, os poços construídos nesse tipo de formação geológica exigem revestimento e filtros para garantir a pureza da água e a sustentação da estrutura.

Poços em Rochas Cristalinas

Os poços também podem ser construídos em áreas de rochas cristalinas, que apresentam alta dureza e concentram água em suas fendas e fraturas. Ele requer revestimento na camada mais rasa do poço, solo e sedimentos, até a localização da rocha.

Poços Mistos

Os poços mistos são estruturas que conseguem extrair água dos dois tipos de formações geológicas citadas anteriormente por se localizarem em áreas que intercalam rochas sedimentares e rochas cristalinas. Nesse caso, utiliza-se o revestimento e os filtros apenas nas áreas de rocha porosa.

Leia mais detalhes sobre as técnicas de perfuração utilizadas para instalação de poços em rochas sedimentares e cristalinas.

Tipos de poços tubulares profundos

Chamamos de poços tubulares profundos as obras de engenharia geológica que perfuram o solo para captação de água de reservatórios subterrâneos. Os poços tubulares profundos são divididos em dois tipos:

Poços Artesianos

Os poços artesianos, também conhecidos como poços jorrantes ou surgentes, estão localizados em áreas em que a linha de pressão do reservatório hídrico subterrâneo está acima do nível do solo.

Essa localização faz com que a água flua da estrutura espontaneamente por meio de pressão hidrostática. No entanto, os poços que jorram água de maneira natural não são comumente encontrados, de modo que os poços geralmente necessitam de bombas para fornecer a água captada dos aquíferos.

Poços Semi-Artesianos

Os poços semi-artesianos exigem a instalação de um equipamento de bombeamento para realizar a extração hídrica por não haver pressão subterrânea suficiente para que a água flua naturalmente até a superfície.

Isso acontece porque a perfuração desse tipo de poço é realizada em locais em que a linha de pressão do aquífero se encontra no mesmo nível ou abaixo do nível do solo.

Tanto os poços artesianos quanto os poços semi-artesianos são capazes de extrair águas armazenadas e infiltradas em rochas e sedimentos de reservas hídricas de grande profundidade.

As águas contidas nesses aquíferos no subsolo possuem melhor qualidade por estarem mais protegidas de riscos de contaminação causada pelo ser-humano e dispensam tratamento para consumo.

jorrando agua

Poços escavados: quais as características, vantagens e desvantagens?

Bastante comuns em propriedades localizadas em zonas rurais, os poços escavados, também conhecidos como cacimbas ou caipiras, podem ser escavados manualmente e, dessa forma, exigem um investimento de baixo custo, além de não necessitarem de autorização governamental para serem instalados.

Geralmente construído com materiais como tijolos e anéis de concreto, esse tipo de poço possui grande diâmetro, pequena profundidade e faz captação de água contida em lençóis freáticos, sendo uma fonte de água mais próxima da superfície.

Contudo, vale salientar que quanto mais próxima da superfície, maior a possibilidade de a água ser atingida em caso de contaminação e de se tornar imprópria para consumo devido ao uso de agrotóxicos sobre o solo, da proximidade de fossas, da criação de animais etc. Por isso, quanto maior a profundidade em que a água estiver, maior será sua qualidade e pureza.

Outra desvantagem dos poços escavados é que a quantidade de água extraída por eles depende de condições climáticas. Em épocas de pouca chuva e de estiagem, a quantidade de água produzida por esse tipo de poço sofre uma grande queda devido à diminuição do volume dos lençóis freáticos.

Neste artigo, você leu sobre os tipos de poços que existem e suas características específicas

Como vimos, os poços escavados, também chamados de poços caipiras, entre outros nomes, estão sujeitos às mudanças climáticas e podem sofrer diminuição na produção de água devido à falta de chuvas e à estiagem, além de estarem mais propensos à contaminação em razão da proximidade entre os lençóis freáticos e a superfície do solo.

Você também aprendeu que a água extraída por poços tubulares profundos possui qualidade superior porque está localizada em reservatórios com maior profundidade e protegidos da contaminação por parte do ser-humano e por outros fatores.

A AVS Poços Artesianos atua no mercado de perfuração, manutenção e regularização de poços há mais de uma década e pode te assessorar durante todo o projeto com profissionais competentes e experientes.

Quer falar com um de nossos especialistas?

Entre em contato com a AVS Poços Artesianos e saiba mais sobre os serviços especializados que prestamos há mais de 10 anos!

Gostou deste artigo? Compartilhe o link com quem se interessa pelo assunto!

Dúvidas Frequentes sobre os diferentes tipos de poços existentes

Quais os tipos de poços do ponto de vista geológico e hidrogeológico?

Poços em rochas sedimentares, que são mais permeáveis e porosas e que, por isso, exigem revestimento e filtros. Poços em rochas cristalinas, que possuem alta dureza e requerem revestimento na região do capeamento do solo. Poços mistos localizados em áreas que intercalam rochas sedimentares e rochas cristalinas e necessitam de revestimento e filtros apenas nas áreas de rocha permeável.

Quais os tipos de poços tubulares profundos?

Os poços tubulares profundos podem ser do tipo artesiano, que jorra água naturalmente por meio da pressão hidrostática, ou do tipo semi-artesiano, em que é necessária a instalação de equipamento de bombeamento para extração da água.

Quais as características e desvantagens de poços escavados?

Os poços escavados, também popularmente conhecidos como cacimbas, cisternas, poços caipiras, rasos, amazonas ou freáticos, captam a água de lençóis freáticos. Isso significa que a água extraída e fornecida por esse tipo de poço está sujeita à redução de quantidade em seu volume em épocas de falta de chuvas e de estiagem. Além disso, a água de poços escavados está mais exposta ao risco de contaminação devido a sua localização mais próxima da superfície e de agrotóxicos lançados sobre o solo, fossas, criação de animais etc.